Novo premiê russo quer confiança de investidores para recuperar economia

  • Por Jovem Pan
  • 17/01/2020 09h00
EFEMichustin foi nomeado ao cargo de primeiro-ministro, na última quarta-feira (15), horas depois que Dimitri Medvedev abandonou o cargo

O novo primeiro-ministro russo, Mikhail Michustin, afirmou nesta quinta-feira (16) que pretende reconquistar a confiança do mercado para reativar a economia. Ele prometeu mudanças profundas no sentido de diminuir a burocracia estatal e obter de volta o respeito às instituições.

Depois de ser nomeado por Vladimir Putin, Michustin foi aprovado pelo parlamento antes de assumir o cargo. Foram 383 votos a favor, 41 abstenções e nenhum voto contrário.

Mikhail Michustin, de 53 anos, é engenheiro de formação e se coloca como alguém de fora da política. Ele foi o responsável por digitalizar o sistema fiscal russo, contribuindo para uma cobrança de impostos mais eficiente.

Desde 2010, ele comandava o Serviço Federal de Impostos, a Receita da Rússia — porém, a imprensa do país o acusa de se aproveitar do cargo para acobertar irregularidades fiscais.

Ele teria sonegado impostos, escondendo uma propriedade cotada em R$ 40 milhões em Moscou entre 2001 e 2005, quando já ocupava um posto na estrutura do estado.

Michustin foi nomeado ao cargo de primeiro-ministro, na última quarta-feira (15), horas depois que Dimitri Medvedev abandonou o cargo.

A renúncia foi uma resposta ao anúncio feito pelo presidente Vladimir Putin de uma série de medidas para alterar a constituição que permitiriam que ele continuasse no cargo.

*Com informações do repórter Renan Porto