Mais de 100 mil crianças estão retidas pela imigração dos Estados Unidos, diz ONU

  • Por Jovem Pan
  • 19/11/2019 06h54
Priscilla Torres/Estadão ConteúdoAlém das 103 mil crianças retidas nos Estados Unidos, 227 mil estão detidas em outros 80 país por relações com a imigração

Quase um terço das detenções de crianças relacionadas à imigração foi registrado em território norte-americano. São 103 mil jovens retidos em abrigos dos Estados Unidos devido à rígida política da gestão de Donald Trump.

O número engloba menores separados dos pais na fronteira e também aqueles que tentaram entrar no país desacompanhadas.

Os dados são de um estudo do advogado especialista em Direitos Humanos, Manfred Nowak, em parceria com a Organização das Nações Unidas. Nowak classificou os altos números dos Estados Unidos como desumanos.

O país norte-americano é o único que não ratificou a Convenção dos Direitos da Criança.

Desde que chegou a Casa Branca, Trump tentou implementar medidas como a redução de refúgios para pessoas que vivem em países em conflito e a movimentação para construir um muro na fronteira com o México.

A professora de Direito Internacional da Faculdade Rio Branco, Ângela Tsatlogiannis, explicou que ao enfrentar obstáculos para concretizar as propostas, o presidente dos Estados Unidos recorreu à outros projetos.

“Ele passou a diminuir a concessão de vistos para estrangeiros – incluindo mexicanos – e começou a apertar a fiscalização sobre as pessoas que já estavam em território americano.”

Além das 103 mil crianças retidas nos Estados Unidos, 227 mil estão detidas em outros 80 país por relações com a imigração.

*Com informações da repórter Nanny Cox