Enquanto retoma rotina, China volta a registrar mortes por coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 08/04/2020 06h32
EFE/EPA/ROMAN PILIPEYOs cuidados com a circulação de pessoas ainda são essenciais, já que, na terça, a China registrou 62 novos casos de covid-19

Aos poucos, a rotina em Wuhan volta à normalidade. A cidade, que teve o primeiro registro de contaminação por coronavírus, foi epicentro da doença e começa a se reabrir. As autoridades chinesas já permitiram que a população possa entrar e sair do local sem autorização prévia.

Estações ferroviárias e aeroportos começaram a retomar as atividades nesta terça-feira (7). Segundo a imprensa local, a companhia ferroviária estatal chinesa estima que 55 mil pessoas deixem a cidade ainda nesta quarta (8).

Para marcar a retomada da vida cotidiana após 76 dias em uma rigorosa quarentena, um show de luzes foi exibido na maior cidade da província de Hubei. O brasileiro Rodrigo Duarte está em Wuhan desde o início do isolamento e diz que, apesar das dificuldades, a volta à rotina é um alívio.

Apesar da reabertura, o momento ainda é de cautela, e as autoridades continuam vigilantes. As aulas em escolas, por exemplo, ainda não foram retomadas.

Para a livre circulação, é necessário que todos os chineses andem com um aplicativo no celular para monitorar a saúde e os movimentos dos cidadãos. O objetivo é detectar possíveis contatos com infectados.

Mesmo que o governo já permita a saída e entrada de pessoas na cidade, a polícia orienta a população a ter prudência. Policiais dizem que aconselham os chineses a não fazerem viagens desnecessárias e sair de casa o mínimo possível.

Os cuidados com a circulação de pessoas ainda são essenciais, já que, na terça, a China registrou 62 novos casos de covid-19. Nenhum dos registros são da província de Hubei e 59 deles são os chamados casos importados, vindos de fora do país. As autoridades ainda confirmaram duas mortes.

Com isso, o total de óbitos chegou a 3.333. O número de infectados no país é de 81.800.

*Com informações da repórter Camila Yunes