Bolsonaro reforça laço com Crivella e vai aumentar repasses à Saúde do RJ

  • Por Jovem Pan
  • 21/01/2020 07h28
Antonio Cruz/ABrO prefeito do Rio de Janeiro também pediu ao presidente da República ajuda no refinanciamento de uma dívida gigantesca com o BNDES

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, conseguiu que o presidente Jair Bolsonaro assumisse um compromisso para ajudar a Saúde carioca. O acordo aconteceu em um encontro nesta segunda-feira (20) no Palácio da Cidade.

Segundo fontes da Jovem Pan, Bolsonaro vai anteder o apelo feito por Crivella e vai aumentar repasses e investimentos em hospitais federais no Rio de Janeiro para ampliar a oferta de profissionais, leitos e atendimentos nessas unidades.

A Saúde passou por uma enorme crise, intensificada no final de 2019. Filas, falta de profissionais e insumos geraram dor de cabeça para a população — tudo por conta, também, do atraso no repasse de recursos para Organizações Sociais que eram responsáveis pela terceirização do atendimento no setor.

A partir desta terça-feira (21), porém, praticamente não haverá mais OS a frente da rede municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Uma instituição do município, a Rio Saúde, será responsável por essa gestão e a perspectiva é de uma redução de custo na ordem de até R$ 300 milhões.

Mas Crivella, apesar de ter conseguido esse apoio com Bolsonaro, não se dá por satisfeito.

Ele quer mais. O prefeito do Rio de Janeiro pediu ao presidente da República ajuda no refinanciamento de uma dívida gigantesca com o BNDES, repasses da Caixa Econômica para a conclusão do TransBrasil; e ajuda para a Prefeitura começar a montar cívico-militares na capital.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga