Vampeta polemiza e explica por que acha que o Cruzeiro não cairá: ‘Na última rodada, a mala chega’

  • Por Jovem Pan
  • 05/12/2019 14h25
ReproduçãoO comentarista Vampeta é um dos integrantes da equipe de esportes da Rádio Jovem Pan

Neste momento, com mais dois jogos por fazer, o Cruzeiro tem, segundo matemáticos, mais de 75% de chance de ser rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro. Para Vampeta, no entanto, o time mineiro não será castigado com o descenso à segunda divisão nacional.

Em participação no Esporte em Discussão desta quinta-feira, o pentacampeão mundial e hoje comentarista do Grupo Jovem Pan polemizou, abriu o jogo sobre os bastidores do futebol e afirmou que, a esta altura do campeonato, muitos times mandam “malas brancas” (incentivos financeiros) para jogadores de equipes de cujos resultados dependem.

Segundo Vampeta, o Cruzeiro deve adotar tal prática com o Botafogo – que, na última rodada do Brasileirão, encara o Ceará, único rival da Raposa na luta contra a degola.

“Eu acho que (o rebaixamento) vai sobrar para o Ceará. Sabe por quê? Vou te falar… Eu já estive lá do outro lado e passei por esses momentos. O Botafogo está abaixo do Fluminense, não garantiu vaga na Sul-Americana e é um time que a gente sabe que passa por dificuldades financeiras. Nessa última rodada, eu sei que chega a mala! Isso não é diretoria com diretoria ligando, não. Os atletas mesmos… A gente liga um para o outro, se tiver amizade”, afirmou Vampeta.

“Vamos supor: o Fred, o Dedé, que são os mais experientes ali e jogaram no Rio de Janeiro… Ligam para o capitão do Botafogo e falam: ‘ó, a gente está mandando aí R$ 4 milhões, R$ 5 milhões para vocês fazerem a parte de vocês’. E, entre os atletas, fim de ano, faltando um dia para sair de férias e em um time que tem dificuldade financeira? Ninguém quer nem saber se o Cruzeiro nunca caiu, se o Ceará é lá do Nordeste… Os jogadores querem botar o dinheiro no bolso. É mala para ganhar, não para perder!”, acrescentou.

Vampeta prosseguiu, dando detalhes de como esse tipo de situação costuma acontecer. O ex-jogador admitiu que tal procedimento não bastaria, já que o Cruzeiro também teria de fazer a sua parte em campo, mas explicou que, primeiro, o incentivo precisa ser enviado ao Botafogo.

“Quem arruma esse dinheiro sabe quem é? A diretoria do Cruzeiro, que entrega para o capitão do time ou para quem é o responsável. E manda em dinheiro! Os caras confirmam no hotel e depois falam: ‘ó, a mala chegou mesmo lá, hein?’ Você tem que mandar esse dinheiro porque você pode fazer a sua parte em casa que, se o Botafogo não fizer lá no Rio, não adianta. Você tem que mandar primeiro (o dinheiro) para o Botafogo, confiando que está jogando em casa, diante da sua torcida… E quanto vale uma permanência na primeira divisão?”, finalizou.

Apenas Cruzeiro e Ceará podem cair para a Série B na última rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe nordestina tem 38 pontos e mais um jogo por fazer: diante do Botafogo, fora de casa, às 16h do próximo domingo. Já o time mineiro soma 36 pontos, mas ainda entra em campo mais duas vezes até o término da competição nacional: contra o Grêmio, às 19h15 desta quinta-feira, em Porto Alegre, e diante do Palmeiras, às 16h do próximo domingo, no Mineirão. Se não ganhar da equipe tricolor, a Raposa precisará triunfar na última rodada e ainda torcer por um tropeço do Vozão para não amargar o primeiro descenso de sua história.