Samy Dana: No caso da Previdência, tempo é muito dinheiro

  • Por Jovem Pan
  • 02/10/2019 07h57
Stevepb/PixabayA PEC ainda deverá ser votada em segundo turno mas, para isso, parlamentares exigem o cumprimento de promessas feitas pelo Governo

Senadores voltam a se reunir nesta quarta-feira (2) para finalizar análise dos destaques da proposta da reforma da Previdência. A PEC ainda deverá ser votada em segundo turno mas, para isso, parlamentares exigem o cumprimento de promessas feitas pelo Governo.

“No ponto de vista econômico, cada vez que demora mais, o problema vai aumentando. Então não dá na mesma aprovar em um determinado mês ou dez meses depois. Isso custa – e custa muito. Tempo, nesse caso, não é só dinheiro. É muito dinheiro.”