O povo brasileiro sabe identificar embusteiros

  • Por Jovem Pan
  • 26/07/2018 10h59
Ricardo Stuckert/Divulgação"Sabia que ia dar problema e cansei de avisar pra ele e ele não quis ouvir, porque poder muito tempo tira a pessoa do normal”, disse Ciro sobre Lula

Em seu comentário final do Jornal da Manhã, Augusto Nunes faz uma análise de falas do pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes.

Para explicar como o seu PDT, no Pará, apoiará a chapa entre DEM e PSDB, Ciro disse: “O Brasil é uma federação complexa” e que, no Pará, o importante é derrotar o MDB. Indagado se as alianças não deixariam os eleitores confusos, afirmou, “o povo brasileiro é mais inteligente do que julga o nosso vão jornalismo”.

Nunes afirma que Ciro acertou uma: a maioria do povo brasileiro não precisa consultar jornalistas para identificar embusteiros e enxergar um político primitivo na fantasia de modernizador do Brasil.

O pré-candidato prometeu em entrevista no Maranhão que vai enquadrar juízes, cortar as asas do Ministério Público e soltar Lula.

Ciro disse ainda que alertou o ex-presidente enquanto era ministro. “Eu ajudei o Lula por 16 anos sem tirar nenhum dia. Já zangado, porque via as coisas acontecendo, sabia que ia dar problema e cansei de avisar pra ele e ele não quis ouvir, porque poder muito tempo tira a pessoa do normal”, afirmou.

Para Nunes, quer dizer que Ciro sabia de tudo e, como não contou o que viu, virou cúmplice da roubalheira.