Estudo que questionou eficácia da cloroquina contra Covid-19 passa por ‘auditoria independente’

  • Por Jovem Pan
  • 02/06/2020 18h43
CADU ROLIM/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOOMS anuncia suspensão de testes com hidroxicloroquina

A The Lancet informou nesta terça-feira (2) que o estudo sobre cloroquina e hidroxicloroquina divulgado no mês passado na própria revista está passando por uma auditoria para comprovação das conclusões. Os resultados devem ser revelados “em breve”.

O estudo, feito com 96 mil pacientes, concluiu que os medicamentos, normalmente usados para tratar malária ou doenças autoimunes, não traziam benefícios contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, e ainda aumentavam o risco de arritmia cardíaca.

Após a publicação, a Organização Mundial da Saúde (OMS) suspendeu os testes com cloroquina e hidroxicloroquina em ensaios clínicos internacionais.

Confira a nota da “The Lancet”:

“Manifestação de preocupação: Hidroxicloroquina ou cloroquina com ou sem um macrólido para tratamento de COVID-19: uma análise de registro multinacional

Importantes questões científicas foram levantadas sobre dados relatados no artigo de Mandeep Mehra et al. — Hidroxicloroquina ou cloroquina com ou sem um macrolídeo para tratamento de COVID-19: uma análise de registro multinacional — publicado na The Lancet em 22 de maio de 2020. Embora uma auditoria independente da proveniência e da validade dos dados tenha sido encomendada pelos autores não afiliados ao Surgisphere e esteja em andamento, com os resultados esperados muito em breve, estamos emitindo uma manifestação de preocupação para alertar os leitores para o fato de que sérias questões científicas foram trazidas à nosso atenção. Atualizaremos este aviso assim que tivermos outras informações.

Os editores”