Bombeiros não tem previsão para horário de liberação da Marginal Tietê

Corporação aguarda uma posição da empresa responsável pela estrutura para retirar as peças grandes que interditam as vias

  • Por Jovem Pan
  • 14/11/2019 22h04
Reprodução/GloboPassarela caiu sobre quatro veículos: um ônibus de viagem, dois caminhões e um carro

O porta-voz do Corpo de Bombeiros de São Paulo, Capitão Marcos Palumbo, afirmou na noite desta quinta-feira (14) à Jovem Pan que não tem previsão de quando as faixas da Marginal Tietê, bloqueada devido ao desabamento de uma passarela, serão liberadas. Segundo ele, a corporação está esperando uma posição da empresa responsável pela estrutura para retirar as peças grandes que interditam as vias.

“Estamos esperando a empresa enviar o guidaste para fazer a remoção das peças grandes. As equipes dos Bombeiros continuam no local fazendo a remoção das pequenas estruturas, mas não há capacidade humana para retirar as peças grandes”, explicou.

De acordo com Palumbo, o Corpo de Bombeiros vai tentar fazer a liberação das faixas “o mais rápido possível”, mas “infelizmente, no momento, é possível que a situação permaneça assim por mais algumas horas”.

A estrutura metálica, provisória, faz parte de uma obra para a construção do viaduto, perto do Tietê Plaza Shopping. A passarela caiu sobre quatro veículos: um ônibus de viagem, dois caminhões e um carro. A empresa LiraBus confirmou ser a dona do ônibus e disse ter apenas a informação de que não houve feridos dentro do veículo.

Duas pessoas, que estavam em um carro particular, ficaram com ferimentos leves. No entanto, Palumbo afirmou que os veículos sob os quais a passarela desabou “ajudaram para que outros não fossem atingidos”. “Na minha visão, os ônibus tiveram um papel de amortecimento”, disse.

Os feridos foram encaminhados para o Pronto-Socorro de Pirituba, na zona norte. A corporação disse que quatro viaturas, com 20 bombeiros, foram deslocados para a área.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que o acidente interditou todas as faixas da Marginal Tietê no sentido Castello Branco e travou o trânsito na região, que já estava congestionado por causa da saída de veículos na véspera do feriado da Proclamação da República.