“Messi japonês” recusa jogar no time B do Real Madrid para não ser novo Vinicius Jr. ou Rodrygo, diz jornal

  • Por Jovem Pan
  • 23/08/2019 16h11
Divulgação Kubo

O jovem Takefusa Kubo, conhecido como “Messi japonês, foi emprestado pelo Real Madrid ao Mallorca, time que está disputando a primeira divisão do Campeonato Espanhol. Inicialmente, a ideia do clube madridista era que o jogador de 18 anos treinasse entre os profissionais e atuasse no Real Castilla, como fez Vinicius Jr. no início da última temporada e Rodrygo atualmente. Porém, Kubo não aceitou, segundo o jornal “El Confidencial”.

“Não queria ser um caso Vinicius. Tampouco Rodrygo, outro brasileiro que foi encaixado para jogar no Castilla”, afirma o jornal. O time B do Real Madrid disputa atualmente a terceira divisão do Campeonato Espanhol. O japonês exigiu ser emprestado para poder jogar na primeira divisão, aponta o “El Confidencial”.

O jornal espanhol define o “Messi japonês” como “um garoto que tem muita personalidade para uma idade tão jovem”.  Segundo “El Confidencial”, Kubo “não se vê na Segunda Divisão B com o Castilla e deixa claro que renunciou voltar ao Barcelona para assinar com o Real Madrid”.

O japonês esteve em La Masía (categorias de base do Barcelona) entre os 10 e 13 anos, mas teve que deixar o clube após sanções da Fifa pelas irregularidades dos catalães em assinarem com menores de idade. O Barça esperava que Kubo voltasse quando completasse os 18 anos, mas o jovem preferiu assinar com o Real Madrid.

Não quer ser um Vinicius Jr. ou Rodrygo

Kubo demonstra com seu temperamento que não pretende facilitar a vida do Real Madrid. Claro em sua mente que não queria jogar no time B, surgiu a possibilidade de ser emprestado ao Valladolid, clube de Ronaldo Fenômeno, amigo pessoal de Florentino Pérez, presidente do Real. O  japonês bateu o pé e preferiu ir para o Mallorca.

Segundo o jornal, a ideia era não correr o risco de enfrentamentos mais ríspidos com jogadores não tão qualificados tecnicamente na terceira divisão. Além de jogar em campos com qualidade mais baixa e arriscar uma eventual contusão. Esse tema, inclusive, rondou as partidas de Vinicius Jr. no início da temporada passada no Real Castilla.

Diferente de Kubo, o brasileiro Rodrygo, recém-chegado ao Madrid, aceitou ser “emprestado” ao Castilla e seguir os passos do compatriota. O jovem ex-Santos treina entre os profissionais, mas joga com o time B. O mesmo caminho que Vini Jr. fez na temporada passada, antes de conquistar seu espaço no time principal.