Coelho quer mudança de postura no Corinthians ‘o mais rápido possível’

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2019 15h46
Rodrigo Gazzanel / Agência CorinthiansDyego Coelho

Coelho comanda nesta terça-feira (5) o segundo treino à frente do Corinthians depois da demissão de Fábio Carille. O técnico interino vai ficar à beira do gramado na partida contra o Fortaleza, às 19h30 (de Brasília), na Arena, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Dyego Coelho concedeu entrevista coletiva nesta terça antes do treino e prometeu um choque de ânimo no elenco do Corinthians. No trabalho da última segunda-feira (4), já foi possível observar os constantes pedidos de intensidade do treinador.

“A grande mudança é comportamental. Precisa mudar o mais rápido possível. Sobre jogadores, vamos definir agora. Mas é aquilo que sempre falo: o comportamento dá algumas situações que você precisa mudar, dentro de campo. Perdeu a bola, tem que ter comportamento. Falta um comportamento melhor. Treinamos ontem (segunda) e já deu para perceber mudança”, explicou.

Coelho comandará a equipe contra o Fortaleza e aguarda a definição sobre a chegada de Tiago Nunes já neste ano ou só na próxima temporada. Se Nunes chegar em 2020, o treinador interino ainda terá outras sete partidas pelo Brasileirão para mostrar trabalho.

” situação que eu procuro fazer desde que sou treinador é agressividade, comportamento, luta, taticamente fazer com o que time jogue, sufoque o adversário e isso não é fácil. É preciso ter tempo. Aos pouquinhos, vamos chegando. Queremos a vitória e vamos conseguir com trabalho.”, afirmou.

“Eu sou funcionário do clube. Vou fazer o que me pedirem para fazer. Todo treinador sonha em chegar a time grande. Já tenho responsabilidade grande no sub-20. Quem sabe um dia serei o treinador realmente do Corinthians. Tenho 36 anos, não sei tudo. Tenho que me preparar para isso. Estamos fazendo boas campanhas, mas preciso me preparar mais. Mas se precisar, estou dentro”, brincou.