Clubes disponibilizam infraestrutura para combate do coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 19/03/2020 19h15
Bruno Teixeira/CorinthiansCorinthians quer auxiliar as autoridades no combate ao coronavírus

Os clubes de futebol estão se colocando como aliados no enfrentamento da pandemia de coronavírus. Em nota, Corinthians e São Paulo afirmaram disponibilizaram suas suas instalações para auxiliar no combate doença.

Todos os equipamentos do Corinthians – a Arena Corinthians, o Centro de Treinamento Doutor Joaquim Grava e o Parque São Jorge, na zona leste da capitão, poderão ser utilizados. Caberá às autoridades responsáveis a avalização de como os espaços poderão auxiliar na assistência à população. O auxílio foi anunciado em nota oficial no site do clube.

“Face ao necessário enfrentamento da epidemia de coronavírus no Brasil, e fiel à sua tradição de solidariedade e responsabilidade social, o Sport Club Corinthians Paulista está disponibilizando todos os seus equipamentos para que as autoridades avaliem de que forma poderão ser utilizados no combate ao avanço da doença e na assistência à população em geral. Estão à disposição, desta forma, sua sede social, no Parque São Jorge, o Centro de Treinamento Doutor Joaquim Grava e a Arena Corinthians.”

O São Paulo também informou que cederá sua sede social, na Barra Funda, e o Estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, para somar esforços contra a pandemia, em nota enviada ao Secretário Estadual de Saúde, José Henrique Germann Ferreira.

“Assumindo nossa responsabilidade social neste importante momento vivido por toda a população, manifestamos nosso posicionamento em disponibilizar toda a infraestrutura do São Paulo Futebol Clube para aquilo que for necessário, inclusive o estádio Cícero Pompeu de Toledo. Na certeza de que todos os esforços em conjunto serão mais eficazes, colocamo-nos à inteira disposição”, diz o documento.

O Bahia também entrou na corrente, e colocou os centros de treinamento à disposição da Secretaria de Saúde da Bahia, que já vistoriou os locais. A Casa do Bahia tem 3 pavilhões e 28 quartos. O governador da Bahia, Rui Costa, agradeceu o gesto do clube em seu Twitter.

O Athletico Paranaense divulgou a iniciativa em seu site oficial. Diz a nota: “Cumprindo com sua responsabilidade social e reforçando o compromisso que sempre estivemos parceiros dos poderes públicos e do povo do Paraná, o Club Athletico Paranaense se põe à disposição, esperando que as medidas competentes e antecipadas já tomadas pelos governos do Estado do Paraná e Município de Curitiba irão controlar a contaminação. O estádio Arena dos Paranaenses e o CAT Alfredo Gottardi poderão ser utilizados pelas autoridades de saúde.

Em Minas Gerais, o Cruzeiro anunciou que disponibilizou os clubes sociais da Pampulha e Barro Preto. “Neste momento todos os esforços que pudermos somar são importantes. Os clubes sociais do Cruzeiro estão localizados em áreas estratégicas e oferecê-los às autoridades é uma mostra da grandeza deste Clube. Precisamos reforçar as medidas de prevenção. E que a gente consiga passar por este período da melhor maneira possível e que muitas vidas possam ser salvas”, afirmou Emílio Brandi, responsável pela área administrativa e financeira do conselho gestor.

O Santos, por sua vez, disponibilizou todas as suas dependências para que sejam utilizadas pela secretaria de saúde do município. Dentre outras instalações, o clube coloca o Salão de Mármore como possibilidade de montagem de hospital provisório.