#AquiTodoMundoJoga: Avanço da Liga Nescau

  • Por Jovem Pan
  • 26/12/2019 16h02
Reprodução

O esporte sempre fez parte do DNA da Nescau. Desde a década de 60, a empresa começou a patrocinar competições de ciclismo. Há um longo histórico de apoio à prática de exercícios físicos, destacando a importância do esporte como ferramenta fundamental para fortalecer a autoconfiança de crianças e adolescentes, além de estimular o convívio social e a interação, provocando o espírito de coletividade. E um passo gigante começou a ser dado a partir de 2015, quando foi criada a Copa Nescau, com o objetivo de apresentar e imergir as crianças nos valores do esporte. 

“A Copa Nescau começou, no fundo, como um evento para que a gente pudesse colocar as crianças para praticar esporte e vivenciar o aprendizado de valores”, afirmou Abner Bezerra, gerente de Marketing Nescau.

Estava dado o primeiro passo para a criação da Liga Nescau. Com o passar dos anos e o sucesso da Copa Nescau, foi necessário avançar e aumentar o impacto do evento. A Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016, foi um marco de transição e crescimento.

“Quando a gente viu todo o movimento, a gente quis trazer esse movimento de colocar mais crianças, de colocar também crianças que têm deficiência e já praticam esporte com crianças que podem praticar esporte dentro do mesmo espaço. Foi quando a gente trouxe o movimento para a Liga Nescau”, contou Bezerra.

A Liga Nescau também vem abrindo as portas para cada vez mais participantes. Inicialmente o evento era para jovens de 10 a 12 anos. Agora, comporta crianças e adolescentes de 10 a 16. Em 2019, a Liga estendeu para outras cidades brasileiras. Foram realizados eventos em Recife e Porto Alegre, além de São Paulo. 

“Você vê um menino pequeno fazendo skate. Outro que caiu e levantou e foi para outra prova. É esse convívio que a gente acha que é o grande valor que a Liga traz. A oportunidade de praticar um esporte, e mais, vivenciar valores do esporte no dia a dia, com diferentes idades, diferentes cidades, faixa etária, instituições. Isso é o que faz a Liga acontecer”, completou o gerente. 

A Liga Nescau já faz parte do calendário esportivo das escolas e jovens há cinco anos. Márcio Bertini, professor do Grupo Fênix Santa Paula, é um dos que participa do evento desde a sua primeira edição.

“Eu vim em todas as edições, acho que já foram 5. Desde a Copa Nescau, até agora que transformaram em Liga Nescau. Todo ano minhas crianças perguntam se a gente vai jogar o campeonato. Tendo essa organização de fazer todo ano e crescendo, para as crianças é uma maravilha”, contou Bertini.

O histórico comprova a vocação de crescimento da Liga Nescau. Entre 2017 e 2018, a competição cresceu de cinco para 15 modalidades, sendo seis opções de paradesporto. O número de participantes subiu de cinco para mais de oito mil estudantes da rede pública, privada, ONGs e associações, clubes e demais instituições. Na edição de 2019, são 19 esportes e mais de 12 mil estudantes. 

“Esse crescimento faz com que acreditemos cada vez mais na plataforma a fim de trazer mais crianças e mais famílias para participar. Outro grande avanço foi trazer mais atividades adaptadas para termos, efetivamente, um evento inclusivo. Com isso, reafirmamos a assinatura da Liga: aqui todo mundo joga”, avaliou Fabiana Fairbanks, diretora da Unidade Bebidas da Nestlé.

Apesar do crescimento notório da Liga Nescau ano após ano, a empresa quer ver um impacto ainda maior. A ideia é expandir cada vez mais pelo Brasil afora e construir uma geração de crianças melhores para o mundo através do esporte. 

“A gente tem uma visão super positiva e arrojada para os próximos anos. A gente espera ver as crianças do Brasil inteiro praticando esportes e sendo impactadas junto com a gente e nesse movimento para a gente ver daqui a dez anos uma geração de crianças mais confiantes no Brasil”, finalizou Abner Bezerra.