David Schwimmer, o Ross, nega que ‘Friends’ foi racista e sexista

  • Por Jovem Pan
  • 28/01/2020 07h35
DivulgaçãoDavid Schwimmer, o Ross Geller de "Friends"

David Schwimmer, o Ross Geller de “Friends”, respondeu a acusações de que a série popular foi transfóbica, sexista e racista. A sitcom segue como um fenômeno de audiência até hoje, mas muitas pessoas, nas redes sociais, apontaram que a atração amadureceu mal – especialmente algumas tramas e personagens.

Por exemplo, em um episódio, Chandler (Matthew Perry) se preocupa que as pessoas acham que ele é gay. Além disso, há a falta de diversidade entre os protagonistas – todos brancos – e mesmo os secundários.

Em entrevista ao The Guardian, porém, o ator rejeitou as preocupações: “Eu não me importo”. “A verdade é que a série quebrou paradigmas na época, pelo jeito com que falava casualmente sobre sexo, sexo seguro, casamento gay e relacionamentos.”

“No piloto, meu personagem vê a esposa o deixar por outra mulher, houve o casamento entre elas, que eu participei. Eu acho que muito dos problemas de hoje é que se leva pouco em conta o contexto das coisas. Você tem que olhar de acordo com o ponto de vista do momento em que estreou”, completou Schwimmer.

Ele ainda fez uma ressalva: “Eu sou a primeira pessoa a dizer que talvez algo tenha sido inapropriado e insensível, mas acho que meu barômetro estava bom na época. Eu já tinha noção de problemas sociais e de desigualdade.”