Viúva de Gugu Liberato entra na Justiça para gerir herança do apresentador

Assinado pelo próprio em 2011, o testamento de Gugu deixa 50% de todos os seus bens para os três filhos, João Sofia e Marina

  • Por Jovem Pan
  • 28/12/2019 11h06
Reprodução/InstagramGugu e a irmã, Aparecida Liberato, inventariante e curadora legal dos filhos menores dele

Rose Di Matteo, companheira de Gugu Liberato, entrou na Justiça para administrar a herança deixada pelo apresentador, que morreu em 22 de novembro, nos Estados Unidos. O advogado Nelson Wilians, que representa a viúva, apresentou requerimento pedindo para que ela seja a inventariante dos bens do artista.

De acordo com Wilians, o inventário foi aberto há cerca de um mês, mas Rose e as filhas menores de idade do casal não têm informação sobre o patrimônio e a administração dos bens. “Além de companheira de Gugu por quase duas décadas, a viúva também é a representante legal de Sofia e Marina, as gêmeas e filhas caçulas que teve com o apresentador”, diz nota do escritório.

A irmã do apresentador, Aparecida Liberato, nomeada por ele como inventariante e curadora legal dos filhos menores, emitiu um comunicado à imprensa, em 19 de dezembro, dando detalhes do testamento. Ela informou que a maior parte da herança ficará com os três filhos de Gugu.

“Antonio Augusto de Moraes Liberato, em plenas capacidades físicas e mentais, deixou testamento, onde expressa suas últimas vontades e dispõe dos seus bens móveis, imóveis, materiais e imateriais, contemplando seus familiares e principalmente, em quase sua totalidade os seus três filhos, João Augusto, Marina e Sofia”, afirmou.

O testamento foi lido por Carlos Eduardo Farnesi Regina, por mais de 20 anos advogado de Gugu, na presença de tabelião e notário, da companheira do apresentador, Rose Miriam Di Matteo, dos filhos e familiares. O documento foi reconhecido e assinado espontaneamente pelos envolvidos.

Aparecida Liberato ressaltou que, desde o momento da notícia da morte de Gugu, Rose vem sendo “assediada por advogados”, nos Estados Unidos e no Brasil.

* Com informações do Estadão Conteúdo