Presidente do Senado do MDB revela que votou em Haddad, não em Meirelles

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2018 13h53
Antonio Cruz/ABr"Eu sou do MDB raiz", disse Eunício Oliveira

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, candidato à reeleição pelo MDB do Ceará, votou neste domingo (7) no Clube Náutico Atlético Cearense, em Fortaleza, vestindo um broche com seu número e o do PT, do governador e candidato à reeleição, Camilo Santana (PT-CE). À imprensa, disse que que votou “no 13” de Fernando Haddad (PT) para presidente da República, em detrimento do candidato de seu partido, Henrique Meirelles.

“Não votei no Meirelles porque ele não é do MDB. Ele entrou no MDB recentemente. Eu sou do MDB raiz, meu pai foi do MDB, meu sogro, o sogro do meu sogro”, disse.

Questionado se iria defender que o partido apoie Haddad em um eventual segundo turno contra Jair Bolsonaro (PSL), afirmou que ainda vai se reunir com a executiva para discutir as possibilidades.

“Acho que a democracia vai prevalecer não importa quem vença, A ou B. Não existe ditadura através do voto. Ditadura é quando há uma nomeação ou indicação”, concluiu.

*Com informações do Estadão Conteúdo