Homem é preso após atear fogo a urna eletrônica em Fortaleza, mas dados foram salvos

  • 28/10/2018 18h11
ReproduçãoO chip de dados foi recuperado pelo TRE-CE e a urna foi substituída

Um eleitor foi preso neste domingo (28), no bairro do Canindezinho, em Fortaleza, após por atear fogo em uma urna eletrônica na Escola São Francisco. O homem teria levado uma garrafa com liquido inflamado para a cabine e ateado fogo. Ninguém ficou ferido e o fogo foi apagado.

O TRE-CE, Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, confirmou o resgate do chip da urna com os dados da votação até aquele momento. A urna foi substituída e as votações seguiram normalmente.

A Policia Federal prendeu o homem em flagrante e ele foi encaminhado para a sede da PF.